Gláucia aprendeu a confiar

13-07-2012 15:17

O pai de Gláucia foi atropelado ao atravessar uma rua. Ele quebrou a perna e ficou muito machucado. O sr. Roberto teria que ficar muito tempo no hospital.

Gláucia estava muito triste. Ele não se alimentava nem dormia direito.

Certo dia, D. Lurdes, a avó de Gláucia foi visitar o filho que estava doente. D. Lurdes viu que seu filho estava mesmo muito doente. D. Lurdes não ficou triste nem desanimada. Ela sabia que Deus podia curar o seu Roberto. D. Lurdes confiava em Deus.

D. Lurdes, vendo a tristeza de Gláucia, conversou com ela:

-- Gláucia, você não precisa ficar assim tão preocupada. Você precisa lembrar que Deus cuida de nós. Você precisa confiar nele.

-- Sim, vovó, eu quero confiar em Deus como a senhora confia -- disse Gláucia.

-- Lembre-se sempre que a Bíblia diz que Deus nos ama, que ele cuida de nós -- disse D. Lurdes.

Depois dessa conversa, Gláucia passou a se alimentar e a dormir. Ela também passou a orar todos os dias com sua avó. Elas entravam no quarto, ajoelhavam-se e pediam que Deus curasse seu Roberto.

Três meses depois do acidente, a família de Gláucia foi ao hospital num dia de visita. Qual não foi a surpresa de todos ao ouvir seu Roberto dizer:

-- Hoje eu vou para casa com vocês!

Gláucia ficou contente. Seu pai estava bom. Ele já podia ir para casa. Ele já podia trabalhar.

Gláucia aprendeu a confiar em Deus. Ela agora sabia que Deus ouvia suas orações. Ela sabia que Deus poderia resolver todos os seus problemas. Ela podia entregar todas as suas dificuldades a Deus porque ele cuida de nós.

 

 

 

 

(Edith de A. Lima e Delcinalva de S. Lima)