A lição que o ciganinho aprendeu

06-07-2012 18:32

Gipey Smith era um pobre cigano que quando era menino vivia apenas de engano e roubo.

Um dia Gipey entrou em um pomar. As macieiras estavam carregadinhas de frutas. Com sua cestinha presa à cintura Gipey subiu no muro, depois em uma árvore e, empoleirado lá em cima, começou a colher todas as maçãs que conseguiu.

Quando o menino quis descer, viu um homem de braços cruzados, parecendo furioso, esperando-o ao pé da árvore. Não havia jeito de evitá-lo. Ao descer, Gipey foi, pois, acolhido e por assim dizer, colhido pelas orelhas, levado até a entrada da propriedade, onde o proprietário apontou com o dedo para um cartaz de madeira. Ele foi logo dizendo:

-- Ô menino, você não leu o que está escrito ai?

O ciganinho, com muito medo, respondeu:

-- Não, senhor!

O homem, muito zangado, continuou:

-- Então, leia-o agora.

Gipey confessou:

-- Mas... eu não sei ler.

O dono do pomar disse:

-- Então, sou eu que vou ler.

E o proprietário leu com voz forte e lenta:

-- Todo aquele que penetrar nesta propriedade será punido.

Gipey estava tremendo de medo. O homem continuou dizendo:

-- Todo aquele! Logo não há desculpa, nem excessão.

Todo aquele é também este menino que não sabia ler.

Terminando de dizer isso o homem bateu no bumbum de Gipey. Ele nunca esqueceu essa aventura e, quando alguns dias mais tarde, encontrou na Bíblia a expressão "todo aquele", no versículo de João 3:16, ele já sabia que todo aquele era ele também. Entregou sua vida a Jesus e tornou-se um excelente evangelista entre os ciganos.

(Edith de Araújo Lima e Delcinalva de S. Lima)

 

Leia mais: http://dicasparasites.webnode.com.br/dicas-webnode/add-o-google-tradutor/Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br